Pedopsiquiatria

Home / Especialidades / Pedopsiquiatria

Pedopsiquiatria

A Pedopsiquiatria ou Psiquiatria da Infância e da Adolescência é uma especialidade médica autónoma e independente da Psiquiatria Geral. Está directamente relacionada com o estudo, avaliação e tratamento das perturbações emocionais e do comportamento na infância e na adolescência (habitualmente até aos 18 anos de idade).

Tem como principais objectivos a promoção de um desenvolvimento psicológico e afetivo saudável, e a prevenção e tratamento de perturbações mentais e afetivas na esfera individual, familiar e/ou na interação social. A inclusão da família neste processo terapêutico é sempre tida em conta e considerada como um aspeto positivo.

A intervenção pode incluir a prescrição de fármacos, consultas (podendo incluir psicoterapia), bem como intervenções familiares, com o objetivo último de promover, melhorar ou alcançar o bem-estar psíquico.

A intervenção em saúde mental infanto-juvenil deve, sempre que possível, privilegiar um trabalho interdisciplinar entre os vários técnicos e os recursos existentes, de forma a dar uma resposta global e compreensiva às necessidades da criança ou adolescente.

Algumas das condições onde a pedopsiquiatria poderá ser útil são os comportamentos de oposição ou desafio, problemas de socialização, tristeza e ansiedade, crises de pânico e fobias, perturbações psicossomáticas, reações a alterações no percurso de vida (separação de pais, morte de familiar ou pessoa próxima), comportamentos repetitivos, perturbações obsessivo-compulsivas, défice de atenção e hiperatividade, perturbações do espectro autista e perturbações alimentares.

A pedopsiquiatria é especialidade de grande importância, que se articula muito com a pediatria e a psiquiatria, e frequentemente com outras especialidades médicas, e também com outros técnicos das áreas da saúde e da educação. O grande objetivo desta articulação é de identificar e, quando necessário, modificar os fatores que estejam a interferir negativamente no desenvolvimento intelectual, psicológico e afetivo da criança ou adolescente. A relação de confiança e empatia entre o médico, a criança/adolescente e a família é a base de tudo, e a partir da qual o processo terapêutico se desenvolve.

Endopsi Loures